​‘Não’ ao IPTU abusivo

Patrícia Bezerra  usa nariz de palhaço no plenário como protesto
 
“Golpe da Base governista aqui na Câmara Municipal de São Paulo. O aumento do IPTU vai para segunda votação hoje”. Foi assim que a vereadora Patrícia Bezerra, alarmada com a antecipação na votação do aumento do IPTU começou a se manifestar em suas redes sociais contra o reajuste de 20% no valor do imposto, para residências e 35% para comércios.
 
Nas redes, Patrícia convocou líderes de associações de moradores a levar a população para o plenário da Câmara Municipal de São Paulo para se manifestar contra o aumento do IPTU.  Mas não parou por aí.  A vereadora foi de nariz de palhaço ao plenária na votação que concedeu o aumento da taxa na cidade. Durante a votação
 
Para a vereadora, a antecipação da votação do projeto serviu como uma estratégia para que a população não pudesse participar da questão. “Isso foi um golpe para que não houvesse tempo do povo se mobilizar”, contou a vereadora. “Eu mantive meus compromissos com meus eleitores. Votei contra o aumento do IPTU. Por que não mudar as regras do IPTU e cobrar mais de quem lucra mais? Já vimos essa novela com as tarifas de ônibus e os lucros das empresas”, complementou.
 
Durante as sessões plenárias que sucederam a votação aumento do IPTU, a vereadora passou a utilizar nariz de palhaço como forma de protesto pela aprovação da medida. “É vergonhoso o que estão fazendo com a população. Estão prejudicando, principalmente, os mais pobres, que terão, sem mais nem menos, que pagar uma sobretaxa que somente favorece os interesses daqueles que são mais ricos”, disse a parlamentar. 
 
Patrícia ainda acredita que a sanção da medida vai favorecer a especulação imobiliária. “O mais triste é ver correndo por aí a mentira de que isso foi "justiça social", ou que os mais ricos vão pagar. Os mais ricos são os especuladores imobiliários, não os cidadãos que já sofrem com eles. A prefeitura fez o que era mais fácil: pesar a mão nas pessoas de bem que pagam seus impostos. E, infelizmente, legitimou as regras de valorização, que dão a pequeno grupo lucros exorbitantes sobre o suor da maioria”, explicou a vereadora.
 
“Sinto muita vergonha por ver na imprensa colegas vereadores admitindo que compactuaram com esse aumento em troca de cargos políticos”, apontou a vereadora. “No que depender de mim, vou continuar incentivando a população a estar aqui na Câmara se manifestando e lutando pelos seus direitos, assim como fizeram na questão do transporte público”, finalizou Patrícia Bezerra.